Projeto Trabalho Vivo discute a situação de pessoas que vivem em condição de escravidão doméstica

O país carrega em sua bagagem histórias de brasileiros que se deslocam de suas cidades natal, ainda jovens, para trabalhar como domésticos em residências, principalmente de cidades grandes. Muitas vezes essas pessoas são “inseridas” nas famílias das casas em que trabalham, mas não possuem os direitos trabalhistas que empregados domésticos têm por lei, como férias, descanso, FGTS e o 13º salário.

consulte Mais informação
%d blogueiros gostam disto: