Novembro Azul: diagnóstico precoce e tecnologia de ponta fazem diferença no combate ao câncer de próstata

Avanços no tratamento – A prostatectomia realizada por videolaparoscopia é realizada sob anestesia geral e dura cerca de uma hora apenas. Na cirurgia aberta, este tempo é de duas a três horas. Pacientes submetidos à técnica, geralmente, recebem alta após uma ou no máximo duas noites (no procedimento convencional, a média é de três dias de internamento). A sonda vesical colocada no paciente através da uretra para saída da urina é dispensada com mais rapidez, em cerca de uma semana. “Além do menor período de hospitalização e do retorno mais rápido dos pacientes às suas atividades rotineiras, outras grandes vantagens da vídeo-cirurgia são o menor índice de infecção e a redução da dor pós-operatória e do sangramento”, frisa Nilo Jorge.

consulte Mais informação
%d blogueiros gostam disto: